Sobre empoderamento feminino

“Para as francesas o empoderamento feminino é um assunto que já aconteceu. A mulher francesa é empoderada há muito tempo. Todas aqui são muito empoderadas o tempo inteiro, tanto que acabou refletindo na moda como vimos em campanha recente da Dior, que usou a frase-título do livro da escritora Chimamanda Ngozi Adichie.

O homem francês muitas vezes é visto como frio porque ele está nesse meio onde, se saírem da linha, vão ser taxados.

A crítica existe, como por exemplo quanto às escolhas de roupas da primeira dama Brigitte Macron, que usa

saias curtas. Mas em geral as mulheres não dão ouvidos para isso e é muito comum que se use roupas curtas em todas as idades.”

Como as francesas estão sempre na moda

“A mulher francesa é muito simples e despojada. O chique delas é parecer que não está preocupada, é estar impecável sem muito esforço. A impressão que tive quando cheguei na França é que eu estava sempre com coisas demais e elas impecáveis com pouco.

Elas usam poucas (e boas) peças e misturam com coisas mais básicas. É um talento ser simples e ao mesmo tempo ter estilo próprio. Elas sabem exaltar o que têm de bonito, seja algo de marca ou não. Até quando são sexys, elas usam vestido com um decote, por exemplo, mas sem muitos enfeites.

Se usam brincos, não usam pulseiras. Se optam por usar um lenço, não usam outros acessórios. O look tem um foco, uma peça em destaque e o resto é apenas complemento. Por isso elas investem em peças com bom corte e em bons materiais.

A elegância transparece em um número de peças reduzidas e ao dar destaque a uma delas. Todas as francesas têm um bom casaco, uma boa bolsa, um sapato “statement”. E elegância não está só na roupa, mas também no jeito de vestir, no jeito de viver esse look. “